Estado fará projeto de duplicação da rodovia Limeira-Iracemápolis

Melhorias na rodovia Dr. João Mendes (SP-151), que liga Limeira a Iracemápolis, sempre são importantes, mas o que a população sempre questiona é a duplicação da via que já foi palco de inúmeras mortes e acidentes graves de trânsito. Um sinal importante de que a duplicação já está no radar do governo do Estado de São Paulo foi dado nesta semana pelo vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) ao jornal Valor Econômico.

O governo estadual está contratando a elaboração de projetos de engenharia para 1.774 quilômetros de rodovias, que deverão ser entregues em meados de 2023. Ao todo, serão investidos R$ 242 milhões no desenvolvimento de 56 projetos, divididos em 15 lotes pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), e a Limeira Iracemápolis está lista.

O edital foilançado na sexta-feira da semana passada e as empresas interessadas terão até 14 de março para apresentar suas propostas na concorrência. Depois da assinatura dos contratos, o prazo de entrega dos projetos efetivamente será de 14 meses.

Ao Valor, Garcia, que deverá assumir o Paláciodos Bandeirantes em abril e concorrer à reeleição, disse que trata-se de uma “recomposição da prateleira” de grandes empreendimentos no setor. “Com isso, queremos evitar uma limitação logística para o crescimento da economia paulista lá na frente”.

Entre os projetos contratados agora pelo DER, estão duplicações de rodovias como a Oswaldo Cruz (SP-125) em dez quilômetros na região de Taubaté, a Índio Tibiriçá (SP-031) no trecho São Bernardo do Campo-Ribeirão Pires-Suzano, a Tancredo Neves (SP-332) em 26 quilômetros do trecho Rodoanel-Franco da Rocha-Várzea Paulista-Jundiaí, e a Doutor João Mendes
(SP-151) entre Limeira e Iracemápolis.

O vereador de Iracemápolis, Claudinho Cosenza, do mesmo partido, disse que a notícia foi compartilhada pelo próprio vice-governador com ele, que afirma que a duplicação é uma luta muito antiga de vereadores e várias administrações da cidade. A causa foi levada ao governo do Estado muitas vezes por deputados de toda a região, lembra Claudinho.

“Essa rodovia é usada por muita no gente dia-a-dia, especialmente de Iracemápolis e Limeira; para estudar, trabalhar, atendimento médico, o próprio comércio. Para nós é vital essa duplicação. Agora, temos de comemorar esse início, lembrando que o que será contratada neste momento é empresa para realizar o projeto, mas sem projeto nunca sairá a duplicação”.

Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

4 × três =

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.