Cordeirópolis mapeia pontos para turismo e prevê o “Caminho das Capelas”

O Conselho Municipal de Turismo (Comtur) de Cordeirópolis pesquisa e traça metas para reforçar o setor no município. Entre os planos, estão a restauração do prédio da estação ferroviária, a divulgação dos diversos pontos turísticos locais e o fomento às tradições culinárias e festivas.

Em reunião do órgão, já foi apresentado um mapa dos pontos e, em meses, o conselho avançou nestas pesquisas. De acordo com o secretário de Cultura, Paulo Luiz Martimiano, o objetivo é fomentar o turismo e o desenvolvimento local.

Cordeirópolis faz parte do Geopark – Corumbataí, criado há 20 anos, e que é um modelo de desenvolvimento sustentável e se tornou um programa oficial da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, (UNESCO), aplicado em mais de 170 territórios, espalhados por 44 países ao redor do mundo. O Geopark de Corumbataí é o segundo do Brasil e inclui os municípios de Analândia, Charqueada, Corumbataí, Cordeirópolis, Ipeúna, Itirapina, Piracicaba, Rio Claro e Santa Gertrudes.

“De início o Conselho está traçando um mapa com os estabelecimentos localizados no bairro de Cascalho, já que esse é um ponto predominante de turismo no município, porém, o Conselho vem pesquisando os pontos turísticos que não necessitam estar precisamente localizados em Cascalho, mas na cidade como um todo, seja hospedagem, artesanato ou alimentício, onde todos os pontos e relatórios serão encaminhados ao Grupo de Análise dos Municípios Turísticos (GAMT)”, explicou Martiminiano.

Foto: Reprodução

“Também está incluso ao projeto de Cordeirópolis o ‘Caminho das Capelas’, já que o município é contemplado com várias obras sacras. Vale ressaltar que Cordeirópolis está inserido no trajeto do Caminho da Fé, por isso a importância em elevar esse ponto, além de receber inúmeros ciclistas aos finais de semana em diversos locais da cidade”, disse Cássia de Moraes, presidente do conselho. As capelas serão inseridas no mapa.

Em relação à reforma da estação ferroviária, o secretário explicou que a ação está inclusa no orçamento de 2022. Será investido mais de R$ 1 milhão, sendo R$ 626.453 de emenda do deputado federal Miguel Lombardi e mais R$ 500 mil do município.

Compartilhe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

3 × um =

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.