Restrição de circulação noturna acaba hoje à meia-noite em todo o Estado de São Paulo

A partir da meia-noite de hoje, uma das principais medidas adotadas pelo governo estadual para tentar frear a circulação de pessoas durante a pandemia e, consequentemente, reduzir os índices de contaminação, deixará de existir. O toque de restrição de circulação termina a partir do primeiro minuto deste domingo (01/08).

Em março, quando as internações hospitalares por Covid-19 voltaram a ficar alarmantes, o governador João Doria (PSDB) decidiu endurecer as restrições no período que ficou conhecido como a “segunda onda” da doença. Na época, foi especulada a criação de uma nova fase dentro do Plano São Paulo de Enfrentamento à Covid, uma possível Fase Roxa. Em 11 de março, Doria descartou a nova faixa, mas implementou uma Fase Emergencial dentro da Fase Vermelha do plano.

A principal medida adotada foi o toque de restrição de circulação entre 20h e 5h. Foi uma espécie de toque de recolher mais suave. Ninguém seria detido nas ruas circulando neste horário, mas ficava a recomendação para que houvesse abordagens e a saída restrita a medidas de urgência.

O toque de restrição de circulação foi adotado pelos municípios por meio de decretos, entre eles Limeira e cidades da região. Ao longo dos últimos meses e, principalmente, com a desaceleração de internações a partir de junho, além do avanço da vacinação, o horário restritivo de circulação noturno foi mudando até esta semana.

Na última quarta-feira, Doria confirmou o fim do toque de restrição de circulação durante as madrugadas a partir deste domingo, que virá acompanhado de um último pacote de restrições. As atividades econômicas poderão funcionar entre 6h e 0h, com ocupação presencial de até 80% da capacidade. Limeira já publicou decreto que recepciona estas regras.

Estas regras vão valer até o próximo dia 16. No dia seguinte, não haverá mais imposições em relação a horários de funcionamento para quaisquer atividades econômicas. É a data prevista para que todos os adultos do Estado tenham recebido ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19.

O único segmento que ainda terá restrições é o de eventos que geram aglomerações, como casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público. Eles continuam proibidos por ora, com possibilidade de reabertura condicionada aos resultados de eventos modelo sob supervisão das autoridades de saúde e averiguação pelo Centro de Contingência do coronavírus.

Foto: DJ

Compartilhe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

17 − oito =

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.