Banco de Ração em Limeira deve funcionar em 60 dias

A Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura de Limeira avançou os estudos para colocar em funcionamento o Banco de Ração e Utensílios, criado pela Lei Municipal 6.464/2020. A pasta trabalha com a previsão de implantar o projeto dentro de 60 dias.

A informação foi repassada à vereadora Tatiane Lopes (Podemos), autora de requerimento em que cobrou o andamento do projeto. A secretária Simone Zambuzi apontou que a estruturação administrativa e logística do Banco de Ração está em finalização, já que as doações serão destinadas ao Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal.

Até setembro, a secretaria acredita que a lei esteja devidamente regulamentada pelo Executivo.

A legislação é de autoria do ex-vereador Toninho Franco e foi sancionada em outubro de 2020. O programa vai coletar, recondicionar e armazenar alimentos e utensílios para animais, como móveis, roupas, remédios, coleiras, guias, casinhas, bolsa de transporte e brinquedos.

A distribuição deve beneficiar entidades, organizações não governamentais (ONGs) ou protetores independentes, previamente cadastrados. Também poderão receber famílias cadastradas de baixa renda e animais abandonados.

A Secretaria informa que estuda a melhor forma e local de armazenamento dos produtos. A expectativa é que eles fiquem por pouco tempo no Banco de Ração e Utensílios, em razão da rotatividade que se espera, bem como o controle e a avaliação dos itens que serão recebidos.

Foto: Pixabay

Compartilhe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

4 + 14 =

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.