Rodapé – Um café de notícias para começar o dia bem informado (03/05/21)

GUARDAS DE BIKE
Em mais um extenso requerimento direcionado ao Executivo de Limeira, o vereador Helder do Táxi (MDB) pede um mapeamento sobre o Grupamento Ciclístico da Guarda Civil Municipal. Segundo o parlamentar, comerciantes e população que transitam pela região central sentem falta do serviço. “A presença do agrupamento ciclístico trazia segurança a todos e inibia os meliantes de cometeram furtos”, escreveu no documento.

AINDA EXISTE?
Helder do Táxi perguntou se o grupamento ainda existe, quantas ocorrências ele registrava por dia, qual o número de rondas na região central e nos patrimônios públicos da região, quantos guardas integram o grupamento e quais ações a GCM de Limeira têm feito para maior aproximação com a população, entre outras informações.

LUTO NA PM
O Comando do 36º Batalhão de Polícia Militar do Interior emitiu nota neste domingo (02/05) informando o falecimento do Cabo Carlos Henrique de Sá, pertencente ao efetivo da 5ª Companhia PM, no final da noite de sábado. O PM, de folga, conduzia seu veículo na Rodovia José Santa Rosa, sentido Artur Nogueira, quando perdeu o controle do carro em uma curva e capotou. Ele faleceu no local do acidente.

DESPEDIDA
Segundo a nota, o PM Sá tinha 33 anos e trabalhou por 11 na corporação, “desenvolvendo ações de policiamento ostensivo para garantir a segurança dos munícipes de Limeira e região”. Ele deixou três filhos. “Rogamos que Deus possa confortar a família e amigos do Cb PM Carlos Henrique de Sá, certo de que terá seu descanso eterno com a honra de quem cumpriu sua missão”, lamentou a PM. O sepultamento ocorreu no final da tarde deste domingo no Cemitério Parque, em Limeira.

PLANO DIRETOR DE SANEAMENTO
Decreto do prefeito de Limeira, Mario Botion, publicado no Jornal Oficial da última sexta-feira, criou o Grupo de Trabalho do Plano Diretor de Saneamento Básico. Os integrantes vão dar referências para a contratação deste documento, que vai incluir o Plano Diretor de Água e Esgoto em desenvolvimento pela concessionária BRK Ambiental. O grupo de trabalho será coordenado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, com suporte da pasta de Assuntos Jurídicos.

MISSÕES DO GT
O GT deve orientar estudos e fazer peças técnicas multidisciplinares para criar o termo de referência que subsidiará a contratação de empresa especializada, que vai criar o plano para a Prefeitura de Limeira. Os integrantes também devem buscar recursos vinculados ao tema para custeio do plano, acompanhar a licitação e todo o desenvolvimento do Plano Diretor de Saneamento Básico.

ESCOLA PEDE MELHORIAS
Moradores do Residencial Village organizam um documento que vai pedir melhorias da Prefeitura de Limeira no Centro Infantil Jonas Britto, Neuseli de Queiroz Venâncio, que fica no bairro. Entre as reivindicações para a escola, estão a troca de portas externas; implantação de grades em todas as janelas para evitar furtos; e toldo túnel na entrada da escola até as salas para que os alunos e funcionários se protejam da chuva. Vereador Everton Ferreira (PSD) esteve na unidade em conversa com pais e diretoria e deve encaminhar as solicitações ao Executivo.

VENDA DE IMÓVEL PÚBLICO PELA REDE
A partir deste mês, o cidadão poderá comprar imóveis públicos pela internet. Entrará em funcionamento a plataforma VendasGov, que expandirá o atual Portal de Venda de Imóveis da União e permitirá a unificação das ofertas da União, dos estados e dos municípios. O VendasGov passará a oferecer imóveis da Administração Pública Indireta (como fundações, autarquias e empresas estatais). Segundo a Agência Brasil, o Serpro oferecerá a plataforma aos governos locais e aos demais poderes. A ideia é aumentar a concorrência nos lances, ao concentrar os bens de todos os entes num único ambiente e aumentar a visibilidade. Com o novo sistema, o cidadão não precisará deslocar-se a nenhuma outra cidade para participar das licitações.

PROIBIÇÃO DE TORRE POR MUNICÍPIO
Por maioria de votos, o Supremo Tribunal Federal (STF) invalidou dispositivo de lei municipal de Valinhos (SP) que impedia a instalação de torres de transmissão de telecomunicação a menos de 100 metros de residências, praças, parques, jardins, imóveis integrantes do patrimônio histórico cultural e áreas de preservação permanente (APP), entre outras áreas. A Corte seguiu o voto do relator da ação, ministro Ricardo Lewandowski, segundo o qual o STF tem jurisprudência consolidada no sentido da inconstitucionalidade de normas locais que tratam de matérias de competência privativa da União.

VIU NAS REDES?

“É fundamental hoje nós pensarmos nos trabalhadores porque há muito desemprego no Brasil. Eu diria que a questão fundamental no Brasil hoje é reabrir a economia de modo tal que ela possa permitir que tenhamos trabalho, renda, para as nossas famílias”

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em declaração dada no sábado em evento relacionado às comemorações de 1º de Maio, Dia do Trabalhador

Compartilhe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.