Projeto quer regras para implantação da “Praça da Juventude” em Limeira

A política pública conhecida como “Praça da Juventude”, que é a construção de equipamentos poliesportivos, culturais, inclusão digital e de lazer em espaços públicos para uso prioritário aos jovens é objeto de projeto de lei protocolado na última semana pela vereadora Mariana Calsa (PL) na Câmara Municipal de Limeira.

O projeto não impõe obrigações à Prefeitura, somente estabelece diretrizes para que a política pública seja implementada. O objetivo, entre outros, é garantir à população o acesso gratuito às práticas esportivas e culturais, a construção de “Praças da Juventude” em área de situação de vulnerabilidade e risco social; incentivar o engajamento da comunidade; e viabilizar parcerias de organizações da sociedade civil e empresas com o Executivo.

O projeto-padrão que o Executivo precisará elaborar pode incluir, por exemplo, quadra poliesportiva coberta, pista para salto triplo, pista para salto à distância, quadra de vôlei de praia, área de exercícios e alongamentos, campo de futebol society, pista para skate, vestiários, quiosques de alimentação, entre outros itens.

A ideia também é aplicar o Programa de Gestão Compartilhada para que a sociedade possa se comprometer a preservar os espaços.

“Acredito que, por meio da participação democrática da sociedade civil e seguindo os preceitos de sustentabilidade nas obras públicas, a sensação de pertencimento dos cidadãos com o espaço público tende a melhorar, o que tem efeitos positivos na Educação, Saúde, Esporte, Segurança Pública, entre outras áreas, diretamente nos bairros que mais necessitam”, justificou a parlamentar.

O projeto tramita nas comissões para análise dos vereadores.

Foto: Prefeitura de Sorocaba/Meramente ilustrativa

Compartilhe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

sete + um =

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.