GWM planeja Iracemápolis como fonte de exportação para a América Latina

O Diretor de Relações Externas e Governamentais da Great Wall Motors (GWM Brasil), Pedro Bentancourt, esteve em Iracemápolis na manhã desta quinta-feira (16/09), no primeiro encontro direto de um representante da montadora com a prefeita Nelita Michel (PL) após o anúncio da aquisição da planta local da Mercedes.

O objetivo, segundo o Executivo, foi estreitar relações entre a empresa e a administração pública de Iracemápolis. Os diretores de Administração e Desenvolvimento, Silvio José Sartori e Wilson Aparecido da Silva, respectivamente, também participaram do encontro, assim como o vice-prefeito Chicão Rossetti.

O diretor fez uma apresentação sobre a história da empresa e comentou as expectativas em relação à cidade e as operações no Brasil. De acordo com Bentancourt, a produção de carros em Iracemápolis deve chegar a 100 mil veículos ao ano, quando a fábrica atingir todo seu potencial. A projeção é a criação de 2 mil empregos, como já foi informado antes.

O representante da GWM Brasil mencionou o planejamento relacionado à exportação e, diante das projeções, “Iracemápolis poderá se tornar uma fonte de exportação para a América Latina”. Ao final, reiterou que a Great Wall Motors tem respeito e o interesse em investir no Brasil. A empresa quer fazer da fábrica local um modelo para todo o setor automotivo.

Para Nelita, o primeiro contato foi muito positivo. “Foi uma excelente conversa. Tenho certeza de que essa será a primeira de muitas reuniões, alinhando sempre a busca pelo desenvolvimento da nossa cidade e a geração de emprego e renda para a nossa população”, disse, por meio de nota.

Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

cinco + 7 =

error: Conteúdo protegido por direitos autorais.